Tel.: +55 11 5181.0222

Vendas de Motocicletas no Varejo Registram Alta de 19% em Dezembro

Qua, 13 de Janeiro de 2010 14:09
Medidas anunciadas no final do ano devem impulsionar as comercializações neste primeiro semestre
Segundo balanço divulgado pela Abraciclo - Associação Brasileira dos Fabricantes de Motocicletas, Ciclomotores, Motonetas, Bicicletas e Similares-, o último mês de 2009 registrou um aumento de 19,4% nas vendas de motocicletas para o consumidor final, no comparativo com o mês anterior. Foram emplacados 158.228 veículos de duas rodas em dezembro, contra 132.477 em novembro. O número também é 16,3% superior ao registrado no mesmo mês do ano passado, quando foram vendidas 136.053 motocicletas.

“Os números demonstram que o consumidor está mais confiante para efetivar suas compras. Esperamos que, com as medidas recentemente anunciadas, tenhamos uma verdadeira retomada de crescimento nesse começo de 2010”, afirma Paulo Shuiti Takeuchi, presidente da ABRACICLO.

Takeuchi se refere ao retorno da isenção da Cofins e à liberação de R$3 bilhões para financiamentos de motocicletas, anunciados pelo Ministério da Fazenda em meados de dezembro, e que visam facilitar as vendas do veículo duas rodas, já que as dificuldades na aprovação de financiamentos e falta de crédito foram os principais problemas enfrentados pelo setor em 2009.

“As medidas devem ser efetivamente sentidas pelo mercado a partir de fevereiro, já que os benefícios foram liberados ao consumidor no começo deste mês. De qualquer forma, estimamos que neste ano cerca de 1.880.000 motocicletas sejam vendidas no país”, explica Takeuchi.


Mercado Interno e Produção

Apesar do aumento nos emplacamentos, as vendas no atacado (para concessionárias) registraram queda de 16,1%, no comparativo com novembro. Foram 102.260 motos comercializadas, ante 121.862 do mês anterior.
Segundo a ABRACICLO, a queda está relacionada ao grande estoque das lojas, acarretado pelas baixas vendas nos meses anteriores.

As montadoras também se adequaram ao estoque, reduzindo a produção em 33,4%, com relação a novembro, registrando a fabricação de 81.035 novas motocicletas este mês, ante 121.644 do anterior.

Conforme antecipado pela ABRACICLO, no acumulado do ano o setor registrou queda expressiva na produção: -33,8%. Foram 1.539.473 motocicletas em 2009, contra 2.325.436 em 2008.


Estímulo à recuperação do setor

Os trabalhos da ABRACICLO no sentido de estimular a recuperação do setor serão o ponto forte das atividades no primeiro semestre deste novo ano, com a avaliação de novas medidas a serem sugeridas ao sistema financeiro e novas ações promocionais a serem postas em prática por toda a rede de concessionárias. “Será necessário chamar a atenção do consumidor de veículos de duas rodas para as novas vantagens que forem sendo postas em disponibilidade em termos de financiamento, pois ele se afastou das lojas nos últimos meses”, complementa Takeuchi.

Outra das atividades da entidade que congrega os fabricantes do setor de duas rodas será a realização de eventos voltados à segurança, como são exemplos os MotoCheck-Up’s, que vêm se tornando tradicionais no universo de ações institucionais da ABRACICLO. Para Takeuchi, “essa ações tem o mérito de desenvolver no usuário de motocicletas o conceito de manutenção preventiva e de segurança ativa e passiva, aliadas à direção defensiva, com a consequente queda nos números de incidentes de trânsito”, acrescenta.

JoomShaper