Tel.: +55 11 5181.0222

Há 27,7% mais motos que carros em Lucas do Rio Verde, diz estudo

Segundo dados registrados pela Abraciclo - Associação Brasileira dos Fabricantes de Motocicletas, Ciclomotores, Motonetas, Bicicletas e Similares – o mercado de duas rodas voltou a crescer entre agosto e setembro de 2018, em comparação aos mesmos meses de 2017.

Somente no mês de agosto, houve crescimento de 16,8% no total de motocicletas emplacadas no Brasil em relação ao mesmo mês de 2017, e 16,6% mais em comparação ao mês anterior (julho/2018). Essa demanda fez com que a indústria aumentasse em 31,4% o número de motocicletas fabricadas. Estes índices não eram alcançados desde outubro de 2015.

No ano, o crescimento acumulado até setembro representa 8,7% a mais sobre os mesmos meses de 2017, podendo chegar a 10% até o final do ano. A projeção é da Fenabrave - Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores – divulgados no início deste mês.

PREFERÊNCIA POR DUAS RODAS - Os analistas de mercado avaliam, a partir destes dados, que o número de pessoas que opta pela motocicleta cresce devido a diversos fatores econômicos e funcionais, entre eles o preço comparado do veículo na hora da compra, os custos com manutenção, a autonomia (relação do volume de combustível sobre a quantidade de quilômetros rodados), os espaços para estacionamento nas vias urbanas e até a versatilidade da motocicleta em momentos de tráfego mais intenso.

“As pessoas escolhem motos por praticidade e economia. A variação do dólar, mexendo toda hora no preço dos combustíveis; a tecnologia embarcada nas motocicletas, inclusive naquelas de baixas cilindradas; as facilidades de financiamento; as poucas opções de vagas de estacionamento e a sensação de liberdade que a motocicleta oferece são atrativos muito fortes hoje em dia para as pessoas procurarem adquirir uma moto, mesmo que seja como veículo secundário”, indica Diogo Coa, proprietário de uma concessionária em Lucas do Rio Verde.

LUVERDENSE PREFERE MOTO – Levantamento publicado este ano pelo Denatran – Departamento Nacional de Trânsito – indica que o norte de Mato Grosso engrossa o coro dos que procuram as motocicletas na hora de adquirirem um veículo próprio.

Em Lucas do Rio Verde o número de motocicletas emplacadas é de 10,6 mil unidades, enquanto o de carros não passa de 8,3 mil licenciados. O número de motos circulando nas vias da cidade é 27,7% superior ao de automóveis de quatro rodas.

No norte do estado a tendência se mantém. Segundo o mesmo estudo, 58,1% dos veículos emplacados na região são motos ou ciclomotores. No Brasil inteiro esta tendência se mantém em 46% dos municípios pesquisados.

SÓ TROCO MINHA MOTO POR OUTRA MOTO – Não é difícil encontrar pelas ruas da cidade aqueles que fazem das duas rodas sua primeira, senão única, opção de deslocamento. Um destes é Prince Silva, 26 anos, que deixa claro seu amor por sua moto: “escolhi a moto primeiro por causa do trânsito. A moto facilita muito mais, reduz o tempo de deslocamento, posso descansar um pouco mais (...) então eu acabo ganhando em qualidade de vida. Só troco minha moto por outra moto”.

 

FONTE: Portal da Cidade - Cascavel - PR

DATA: 06/10/2018

JoomShaper